Criminalidade: tanto faz dentro ou fora da periferia

Posted by Domingos Santiago On 0 comentários
Criminalidade: tanto faz dentro ou fora da periferia
A maioria dos brasileiros carece de atenção social


A natureza econômica da criminalidade no nosso país é evidente: é discrepante a diferença de condições de vida entre mais ricos e mais pobres. Pouco tem sido a atenção social à grande maioria dos brasileiros. E ainda não se investe fortemente em cidadania e a oferta de serviços básicos (saúde, educação, esporte, lazer) tem sido ineficaz a todos. A evidência é ainda maior para a maioria dos brasileiros que vivem em péssimas condições de vida, onde o estado parece ausente. Aliada às estas condições a criminalidade parecer estar cada dia mais forte, principalmente entre os mais jovens.

É necessário antes de tudo fornecer as condições sociais mínimas a esta maioria dos brasileiros que sem encontram nas periferias de nossas cidades. Esta melhoria trata-se não só de uma questão de segurança pública, mas no exercício de cidadania garantido através da declaração universal dos direitos humanos. O combate à criminalidade não cabe apenas ao discurso da segurança pública, mas à eficácia de serviços sociais como a educação, saúde, lazer, esporte.

Não é possível esperar menos criminalidade num país onde crianças e jovens têm poucas oportunidades e mal participam de atividades que as deixem distantes desta prática. É necessário entender que a disparidade que ocorre no processo de distribuição de renda no país, onde grande parte da renda está sob controle de uma minoria é resultado da ausência do estado. E esta ausência permite que as pessoas passem a criar suas próprias leis, estabeleçam suas regras e normas – existindo então o poder paralelo. A existência deste tipo de poder molda o tráfico, a violência e o medo.

Não quer dizer que a criminalidade é consequência exclusiva das condições de vida das pessoas, mas ela está enraizada na falta de atenção social à maioria dos brasileiros. Enquanto não houver investimento social concreto, possibilitando a plena prática da cidadania, o crime continuará feroz. A melhoria das condições da vida dos brasileiros não só garantirá a redução da criminalidade, mas também o bem estar social. É urgente a necessidade de investimentos que afastem os jovens das ruas, da criminalidade, do tráfico. Só assim, as oportunidades estarão acessíveis a todos.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião sobre meu blog. Seu comentário é muito importante.