TEM GENTE COM FOME - SOLANO TRINDADE

Posted by Domingos Santiago On 2 comentários

Este vídeo foi produzido por mim e tem o poema "Tem gente com fome - Solano Trindade" e a música "Azul da cor do mar - Tim Maia". Vale a pena assistir. Obrigado.

De todos os escritores negros, ligados à coletividade negra brasileira, o que deixou presença mais forte foi Solano Trindade. Foi o primeiro a escrever, com especificidade, para negros, naquele tempo. Pagou o preço disso, e como!

Solano Trindade era poeta, pintor, teatrólogo, ator e folclorista. Nasceu no dia 24 de julho de 1908, no bairro de São José, no Recife, capital de Pernambuco. Era filho de Manuel Abílio, mestiço, sapateiro, e da quituteira Merença (Emerenciana). Estudou até completar um ano de desenho no Liceu de Artes e Ofício. A partir de então, começa a escrever.

Solano Trindade faleceu no Rio de janeiro, em 19 de fevereiro de 1974. Sua obra, não! Continuará eternamente viva, como que escrita com brasas na pele escura de todo afrodescendente, mesmo que não queira, mesmo que não saiba...

TEM GENTE COM FOME


TREM SUJO DA LEOPOLDINA

CORRENDO CORRENDO

PARECE DIZER

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

PIIIIII

ESTAÇÃO DE CAXIAS

DE NOVO A DIZER

DE NOVO A CORRER

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

VIGÁRIO GERAL

LUCAS

CORDOVIL

BRÁS DE PINA

PENHA CIRCULAR

ESTAÇÃO DA PENHA

OLARIA

RAMOS

BOM SUCESSO

CARLOS CHAGAS

TRIAGEM, MAUÁ

TREM SUJO DA LEOPOLDINA

CORRENDO CORRENDO

PARECE DZIER

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME
TANTAS CARAS TRISTES

QUERENDO CHEGAREM ALGUM DESTINO

EM ALGUM LUGAR


TREM SUJO DA LEOPOLDINA

CORRENDO CORRENDO

PARECE DIZER

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

TEM GENTE COM FOME

SÓ NAS ESTAÇÕES

QUANDO VAI PARANDO

LENTAMENTE COMEÇA A DIZER

SE TEM GENTE COM FOME

DÁ DE COMER

SE TEM GENTE COM FOME

DÁ DE COMER

SE TEM GENTE COM FOME

DÁ DE COMER

MAS O FREIO DE AR

TODO AUTORITÁRIO

MANDA O TREM CALAR

PSIUUUUUUUUUUU

Solano fala neste poema algo que não só fazia parte do contexto social da época dele, mas da nossa: A FOME! Ele não fala apenas da fome pelo alimento (comida), mas de um outro tipo de fome: a fome por justiça social. Solano sabia muito bem a situação vivida pelos pobres naquela época. Era através do poema que ele fazia a denúncia social.

Agora pergunto: O que mudou depois de Solano?

- Faça uma análise.

O poeta não busca através de suas obras resolver os problemas sociais, mas fazer com que as pessoas acordem e tenham um pouco de senso crítico.

Ainda sobre "Tem gente com fome". Numa linguagem de fácil compreensão, o poeta menciona as camadas da sociedade utilizando "pseudônimos", um exemplo, quando ele cita "Mas o freio de ar /todo autoritário/ manda o trem calar" ele fala a respeito dos ricos, políticos, que não querem saber da população mais pobre. Ele se refere a ele mesmo e a outros poetas e artistas empenhados no bem do povo em "o trem", ou seja, aquela camada mais rica e quem está no poder não quer que ele fala à população que é possível mudar sua situação.

Cita o nome das antigas estações do Rio de Janeiro e São Paulo. Nas estações é onde se concentra o maior número de pessoas que vem ou vão trabalhar e esta era uma classe que sofria com os mandos e desmandos desses poderosos. Além de nesses locais ter uma grande concentração de favelas.

O "Trem sujo da Leopoldina" é ele, é você, somos nós mesmo que sentimo-nos sujos por ver esta situação e não poder fazer nada para ajudá-los. Ou talvez não queremos fazer.

Ele faz questão de repetir em todas as estrofes "TEM GENTE COM FOME" porque é justamente este verso que causa mais impacto na leitura do poema. Ele quer mostrar que enquanto lemos o poema, lá fora, bem próximo de nós, tem muita gente morrendo de fome.

E não é só por falta de alimento, mas por falta de moradia digna, uma educação de qualidade, atendimento em saúde, de respeito.

Ás vezes nos encontramos reclamando da vida,

mas não imaginamos que tem muita gente lá fora

que não tem nem a metade da metade da metade

do que temos. E aí?

2 comentários:

Anonymous disse...

Muito bom este trabalho. Espero que surja muitos destes e com conteúdo muito melhor. Como e onde encontra mais sobre as obras de Solano Trindade? Me responde. Obrigado.

Stela Clair disse...

Não conhecia Solano Trindade e posso dizer que adorei a história dele. Ele se tornou um dos grandes poetas negros do Brasil (e porque não o maior) Sua história é fantástica. Ele merece muito prestígio, pena que apenas uma pequena parcela da população o conheça profundamente.

Meu e-mail: stelacclair@hotmail.com

Se possível quero que me envie mais sobre a história deste grande poeta.

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião sobre meu blog. Seu comentário é muito importante.