História é...

Posted by Domingos Santiago On 0 comentários
- A marca cultural de um povo;


- O marco, o ponto de partida para a descoberta de suas origens;


- A atualidade;


- A antiguidade;


- A descoberta do homem;


- A cultura do presente envolvida no passado;


- A cultura do passado envolvida no presente;


- O presente do passado;


- O passado do presente;


- A ciência humana;


- O prólogo e o epílogo da vida do homem;


- Resumo da história complexa do homem em que ele vai construindo sua história com base no seu passado, fivendo o presente e criando peerspectivas para o futuro.




Esta foi uma definição que encontrei para o estudo da História na vida humana.


READ MORE

Política, pra quê?

Posted by Domingos Santiago On 3 comentários
Discutir política exige muita responsabilidade, coragem e muita ética.
Explicando elas passo a passo.
RESPONSABILIDADE - Falar de política é muito mais que apenas "xingar"
ou dizer que políticos "não prestam". A política na nossa sociedade exerce
um papel fundamental para a organização social do nosso país. Nos últimos
anos o que mais temos visto é que a corrupção, sim ela, a causadora de muitas
frustrações entre nós cidadãos brasileiros, tem devastado a imagem do nosso
país. A responsabilidade deve existir não só por parte deles, nossos representantes,
mas por nós, que o elegemos. Por que muitos daqueles que se envolveram em
escândalos ainda teem seu posto lá no senado, ou na câmara municipal, estadual
ou federal. Por que ainda são senadores, deputados, vereadores e prefeitos.
O futuro do nosso Brasil depende de nós. Só nós somos capazes de mudar esta
realidade e é um ato simples que se inicia no voto.
CORAGEM - Coragem não quer dizer simplesmente falar, reclamar ou discutir,
mas a força a determinação em agir. Para o exercício da cidadania é necessário
que haja determinação e coragem. Enfrentar os problemas não é só uma função
deles ou minha ou sua, mas com certeza nossa. Precisamos agir, ter coragem e
seguir em frente.
ÉTICA - Por fim vem a ética. Falar em ética é muito difícil até porque um passo
em falso e já estamos sendo antiéticos. Reclamar de política sem fazermos a nossa
parte como já dito antes é ser antiético. A ética na política não vem sendo respeitada
tanto por parte dos políticos, quanto por parte da nossa sociedade, pois somos nós
que elegemo-os. Em primeiro passo a ética surge no momento em que somos coerentes.
Só para lembrar não existe meia ética ou alguém meio ético. A ética só existe por completa.
O que pode haver é uma incoerência. Quando deixamos de ser ético? Quando padronizamos todas as pessoas, na política, os políticos como sendo todos corruptos. Quando deixamos de
votar e depois queremos exigir à força nossos direitos. Costumamos dizer que eles (os políticos) só estão preocupados em manter seus postos, e esta é uma realidade de uma parte deles, mas esquecemos que para que eles trabalhem corretamente, respeitando nossos direitos e assegurando nossos deveres, eles precisam ser fiscalizados.



E OS FISCAIS SOMOS NÓS.






Abraço
READ MORE

(Con)Viver, desafio diário

Posted by Domingos Santiago On 1 comentários
Utopia tem como significado mais comum a idéia de civilização ideal, imaginária, fantástica. Pode referir-se a uma cidade ou a um mundo, sendo possível tanto no futuro, quanto no presente, porém em um paralelo. A palavra foi cunhada a partir dos radicais gregos οὐ, "não" e τόπος, "lugar", portanto, o "não-lugar" ou "lugar que não existe".

(Descrição:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Utopia_(sociologia)

Viver é real?!

Viver, tarefa difícil que consiste de um árduo caminho a percorrer. Por que difícil?
Difícil, porque neste viver está algo muito forte: conviver. Conviver é aceitar as diferenças. Muito difícil.

Ao nascermos já estamos pronto para encarar este mundo, tão egoísta, tão imaturo, este mundo que devia nos ensinar o que é certo e nos desviar do caminho errado. Este mundo somos nós. Uma dura realidade, mas que somos obrigados a encará-la. Há portanto as pessoas que encaram com fimeza, com vontade e muita felicidade, mas há aqueles que preferem não encará-lo, se escondem atrás de suas fraquezas, dos seus maus juízos.
Mas àqueles que o enfretem com vitalidade, o destino, ou o mundo, lhe trarão gandes glórias.


Conviver não basta apenas dizer "oi" todo dia para alguém ou simplesmente dizer "Te amo", consiste em aceitar as diferenças aceitar a vez do outro, calar quando o outro estiver falando.

(CON)VIVER É ACEITAR A REALIDADE.
ESTAMOS VIVOS E PRONTOS PARA O QUE DER E VIER.
READ MORE